Informações sobre Drogas

Maconha

Nomes científico: Cannabis sativa

Outros nomes: Haxixe, skunk, bagulho, bang, banza, beque (beck), brizola, canabis, cânhamo, diamba, erva, fininho, fumo, fumo d’angola, ganja, green, jererê, maria joana, marofa, preto, verde.

Sobre a substância – É uma droga perturbadora da atividade do sistema nervoso central, isto é, não interfere na velocidade, mas no seu modo de funcionamento. O cérebro passa a funcionar fora do seu normal. O THC (tetraidrocanabinol) é uma substância química contida na planta maconha. Dependendo da quantidade de THC presente (o que pode variar de acordo com solo, clima, estação do ano, época de colheita, tempo decorrido entre a colheita e o uso) a maconha pode ter potência diferente, isto é, produzir mais ou menos efeitos. Essa variação nos efeitos depende também da própria pessoa que fuma a planta.

Usos – Pode ser usada como:
Maconha: em forma de folhas e brotos esverdeados, soltos ou prensados em formato de tijolos. São picados ou esfarelados ('dischavados') e enrolados em papel ('sedas'), formando cigarros ('baseado', 'beck') para serem fumados ou adicionados a massas de bolo para serem ingeridos ('crazy cakes').
Haxixe: resina da maconha, na forma de bolotas ou pedaços de aspecto verde-escuro. São misturados à maconha ou ao tabaco e fumados na forma de cigarros.
Bhang: é um líquido produzido a partir de brotos do cânhamo e popular na Índia.

Formas de uso – É fumada de diversas formas (cigarros, cachimbos, bong, vaporizadores) ou ingerida em bolinhos ou outras receitas culinárias.

Efeitos – Produz sensação de relaxamento e bem-estar seguida por sensação de sono. Pode provocar riso, perda da noção de tempo e aumentar a sensibilidade sensorial especialmente para sons e imagens.

Duração do efeito – Quando é fumada, o efeito aparece em poucos segundos. Dependendo da dose e quantidade de THC pode durar de 2 a 3 horas. Se ingerida como parte de algum alimento demora de 30 a 60 minutos para aparecer o efeito e pode durar até um dia.

Perigos para a saúde
- Memória - piora a atenção e a concentração, aumentando os riscos de acidentes.
- Motivação/Aprendizado - uso de grandes quantidades e por longos períodos pode deixar a pessoa menos concentrada, sem objetividade e desmotivada. Esta situação ocorre com uma parte dos usuários, mas não há estudo que a explique cientificamente.
- Dependência - pode acontecer após uso muito prolongado e em quantidades grandes.
- Psicose/Pânico - pode causar em pessoas que já tinham predisposição e desencadear quadros agudos de pânico e paranoia.
- Problemas respiratórios e câncer de pulmão – há estudos que fazem correlação entre doenças pulmonares e uso de maconha fumada.

Redução de danos
- Procurar usar papéis de seda e evitar papéis grossos
- Quando compartilhar, usar piteira individual, colocando tira fina de papel na base do cigarro.
- Após o uso evitar dirigir ou realizar trabalho que exija atenção.
- Estar acompanhado por pessoas que não estejam fazendo uso.

Seminários

Encontre um seminário mais próximo de você e participe!

Ver seminários