Informações sobre Drogas

Inalantes ou Solventes

Outros nomes: cheirinho da loló, lança-perfume, acetona, cola de sapateiro, fluido de isqueiro, gás do riso, gasolina, benzina.

Sobre a substância – Os inalantes são drogas depressoras da atividade do sistema nervoso central, fazem o cérebro funcionar mais devagar, deixando as pessoas mais “lentas”, “desligadas”, com “mais sono”, “relaxadas” etc.

Usos – A palavra ‘solvente’ significa substância capaz de dissolver coisas, e ‘inalante’ é toda substância que pode ser inalada, ou seja, são gases ou líquidos que evaporam facilmente e podem ser consumidas por inalação – pelo nariz e/ou pela boca.
São produtos criados para uso de profissionais em seus locais de trabalho (como o esmalte, tintas, removedores, acetona, éter, cola, etc) e descobertos para consumo humano como potenciais geradores de um “barato”.
São muito acessíveis, encontrados nos lares, nas escolas e em vários outros locais frequentados por crianças e adolescentes.
Parecem inofensivos, mas são extremamente tóxicos e há riscos de problemas sérios mesmo no primeiro uso.

Formas de uso – São substâncias que podem ser inaladas, cheiradas pelo nariz e também pela boca. Se for uma sustância líquida pode se usada embebendo um pano e aproximando do nariz e da boca para cheirar.

Efeitos – Num primeiro momento causam euforia, tontura e distorções visuais e sonoras, náusea e tosse. Conforme a sedação vai aumentando a pessoa pode ficar desinibida, confusa, até ficar com pouca coordenação motora e quase sem reflexos. A sedação atinge também a respiração, que fica lenta e pode parar.

Duração do efeito – O efeito é quase instantâneo e a duração pode variar – colas podem durar uma hora e o efeito da lança-perfume é de minutos.

Perigos para a saúde
- Alteram a percepção e deixam a pessoa exposta a acidentes
- Podem causar náuseas, vômitos, complicações no coração, como ataques cardíacos, e causar convulsões.
- Pode causar sufocamento, após desmaio.
- Causam lapsos de memória ("brancos") e o uso por longos períodos pode trazer lesões permanentes para o cérebro, entre elas a demência.
- Causam queimaduras na pele e no interior dos órgãos (boca, língua, traqueia)

Redução de danos
- Procurar controlar o consumo
- Pensar que outras drogas podem dar o mesmo efeito prazeroso (ex. álcool) e têm menor risco.
- Procurar não sair do lugar e não estar sozinho, para evitar acidentes com carros, altura, fogo, entre outros.
- Buscar apoio em não usuário – para diminuir risco de suicídio

Seminários

Encontre um seminário mais próximo de você e participe!

Ver seminários